De olho nas penas

capa

Autor: Ana Maria Machado
Ilustrador: Gerson Conforto
Número de chamada: LIJ 163
Número de registro: 167/1983
Editora: Salamandra
Número de páginas: 58

 

 

 

 

chave

Resenha:
Miguel “tinha oito anos, dois pais, e uns cinco países pelo menos”. Assim começa esta narrativa juvenil na qual Miguel, filho de militantes políticos exiliados pela Ditadura Militar, tenta entender a sua identidade ao mesmo tempo em que vai descobrindo, com o olhar curioso da infância, a história da América Latina. Nas asas de um maravilhoso pássaro, que assume diferentes formas ao longo da aventura, Miguel passeia pela “Terra das Montanhas e Vulcões” a “Terra das Savanas, Além do Mar”, e conhece os segredos dos nossos antepassados. A linguagem coloquial confere leveza à narrativa, dividida em quatro capítulos, nos quais são abordados assuntos como a violência das ditaturas latino-americanas, a perseguição política e o exílio. As ilustrações complementam o tom poético do texto, enfatizando a fusão entre o real e o maravilhoso, o homem e a natureza, e ampliando o olhar do leitor para os conceitos de família, pátria e cultura.
Palavras-chave: relações familiares, ditadura, exílio, natureza, seres fantásticos, fábula, cultura latino-americana.
Página da imagem-chave: 13
Nome do Resenhista: Francisco Thiago Camêlo
Obs.: Em 1981, “De olho nas penas” recebeu os prêmios “Casa de las Américas, Cuba”; “Literatura Infantil 1981, APCA” e o “Selo de Ouro de 1981” da FNLIJ.
A edição atual é ilustrada pelo chileno Gonzalo Cárcamo e traz, ao final, um depoimento de Ana Maria Machado sobre a história do livro.

rodapé_gg

© 2016 iiLer/Cátedra Unesco de Leitura PUC-Rio Todos os direitos Reservados

Webmaster responsável: Viviane Moreira

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

Pular para a barra de ferramentas