Poeminhas da terra

poeminhas-da-terra_capa
Ilustradora: Tatiana Móes
Editora: Pulo do Gato
Ano de Edição: 2016
Número de páginas: 32

 

 

 

 

poeminhas-da-terra_2

Resenha:
Os índios vivem há milênios no território da América do Sul e não consideram o homem no centro da existência, mas lado a lado com os diversos seres na natureza: homens, animais e plantas possuem cultura e alma ocasionalmente intercomunicantes. A autora se inspira na convivência de diferentes perspectivas para compor os poeminhas da terra, com léxico oriundo do tupi-guarani. Neles, acontece o intercâmbio com a cultura europeia portuguesa. Os poemas conduzem o leitor pelo modo indígena de morar, comer, caçar, brincar. E também pelos mitos, fauna e flora que cercam e compõem a vida das tribos.
O projeto gráfico cuidadoso optou pelo formato quadrado de abertura vertical, e não a usual abertura da direita para a esquerda. A tipologia utilizada sugere o bico de pena, técnica aplicada nas ilustrações, ao lado da aquarela. O uso das tintas e dos pincéis alude à arte dos povos nativos e as cores remetem à luminosidade das úmidas florestas sul-americanas.
Palavras-chave: poesia, mitologia indígena, perspectiva cultural, infância.
Imagem-chave: páginas 20 e 21
Nome do Resenhista: Luiza Trindade

 

rodapé_gg

© 2016 iiLer/Cátedra Unesco de Leitura PUC-Rio Todos os direitos Reservados

Webmaster responsável: Viviane Moreira

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

Pular para a barra de ferramentas