O Velho e o Mar

o velho e o mar_001
Título: O Velho e o Mar
Autor: Thierry Murat
Ilustrador: Thierry Murat
Tradutor: André Telles
Número de chamada: LIJ 10477
Número de registro: 26297/2017
Editora: Bertrand Brasil
Ano de publicação: 2017
Número de páginas: 130
 
Resenha:

História em quadrinhos com livre adaptação da obra de Ernest Hemingway.

Em Cuba, “salao” é uma palavra que define quem está acabado e não serve para nada. É um insulto. O texto traz o olhar de um menino sobre um velho pescador que poderia ser considerado um “salao”. O pequeno gosta do homem como um avô. A criança narra para um escritor a grande e talvez a última aventura no mar desse valente e velho guerreiro. O despojamento e a contenção das ilustrações, cheias de sombras, apresentam uma Cuba escura, pouco solar. Um ar nostálgico está presente em todo livro, reforçado pelo tipo das letras utilizado no texto, que lembra uma antiga máquina de escrever.

o velho e o mar
Palavras-chave: Ernest Heminguay – Critica e interpretação, Cuba, mar, olhar, História em Quadrinhos, velhice
Imagem-chave: páginas 96 e 97
Resenhista: Augusto Pessôa

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

rodapé_gg

© 2016 iiLer/Cátedra Unesco de Leitura PUC-Rio Todos os direitos Reservados

Webmaster responsável: Viviane Moreira

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

Pular para a barra de ferramentas