Aimó: uma viagem pelo mundo dos orixás

aimo
Autor: Reginaldo Prandi
Ilustrador: Rimon Guimarães
Número de chamada: LIJ 10407
Número de registro: 26175/2017
Editora: Companhia das Letras
Ano de publicação: 2017
Número de páginas: 200
Resenha: 

Aimó, “a menina que ninguém sabe quem é”, uma pequena africana que se viu perdida em Orum, a terra dos espíritos, encontra-se sem a menor lembrança do tempo em que vivia em Aiê, a terra dos homens. Sua situação é terrível, pois ela sabe que os espíritos renascem nas suas próprias famílias que, para isso, se empenham contando os louvores e feitos do ente falecido. Isso lhe dá a certeza de não ter a menor chance de renascer, uma vez que não se recorda de nada do seu passado e nem sabe se algum dia tivera uma família. Inicia-se, então, para a menina e para o leitor, uma rica viagem pela mitologia iorubá, pelos hábitos e costumes desse povo e por relatos sobre o tráfico de escravos e suas vidas em terras brasileiras, numa jornada repleta de histórias de aventuras vividas pelos orixás. Tudo isso se passa de forma lúdica e prazerosa que encanta o leitor e o leva a aprender sobre a escravidão, os mitos afros e toda a riqueza da cultura africana.

aimó

Clique na imagem para ampliar.

Palavras-chave: cultura africana, mitologia iorubá, orixás, escravidão, Brasil, identidade cultural
Imagem-chave: página 45
Resenhista: Maria Clara Cavalcanti de Albuquerque

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

rodapé_gg

© 2016 iiLer/Cátedra Unesco de Leitura PUC-Rio Todos os direitos Reservados

Webmaster responsável: Viviane Moreira

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

Pular para a barra de ferramentas